SisTHA
Sistema de Treinamento das Habilidades Auditivas
sistha.com.br
Usuário
Senha
» Criar cadastro
Perda auditiva  
Esse conteúdo foi útil?
Sim   Não
Você sabe o que é perda auditiva?
A perda auditiva, também conhecida como deficiência auditiva, ocorre quando existe dificuldade em ouvir um som apresentado.

A causa da perda auditiva pode ser um problema em qualquer parte do sistema auditivo (órgão da audição). Ou seja, qualquer alteração no caminho que o som percorre dentro da nossa orelha, que é cientificamente denominada como sistema auditivo, incluindo orelha externa, orelha média, orelha interna, nervo auditivo e córtex auditivo.

Qualquer alteração no sistema auditivo, independente da causa, tipo e gravidade, compõe uma alteração auditiva. Assim, qualquer problema na orelha que dificulta o que você está ouvindo deve ser diagnosticado pelo profissional especializado. Nesse caso, é o médico otorrinolaringolista (médico do ouvido e garganta).

Logo abaixo você poderá assistir a um vídeo que descreve a perda auditiva.

Vídeo - Perda auditiva



Responsável: Blasca, WQ (2010).

A perda auditiva, que é a diminuição da capacidade de ouvir, é muito comum com o envelhecimento. Você sabia que com a idade não só todas as células do corpo envelhecem, mas as células da audição também? Com isto, as pessoas também podem perder a audição com o passar dos anos.

Algumas pessoas já nascem com deficiência auditiva e precisam fazer uso do aparelho auditivo para poder aprender a ouvir e falar. Existem várias causas para nascer ou ter perda auditiva, aqui vamos citar apenas algumas:
  1. envelhecimento;
  2. distúrbio genético;
  3. uso de determinados medicamentos;
  4. traumas;
  5. exposição a ruídos intensos por um longo período de tempo sem proteção com o equipamento de proteção individual usado, principalmente, no ambiente de trabalho.

Quando começamos a perder a capacidade de ouvir geralmente é a família ou alguém muito próximo do nosso convívio que percebe os primeiros sinais.

Prováveis sinais de perda auditiva:
  • Não entender tudo o que é falado quando o local é barulhento, como em uma festa ou com a televisão ligada.
  • Não perceber alguém falando quando a pessoa está atrás de você.
  • Aumentar o volume da televisão ou rádio.
  • Pedir pra o falante (pessoa que fala) falar mais alto, ou dizer muito “hã “ ou “hein“ ou pedir para repetir.
  • Não conseguir escutar o toque do telefone, campainha, buzina de carro, passarinhos, chuva e outros sons ambientais comuns.
  • Apresentar dificuldade para entender uma conversa ao telefone.
  • Evitar situações em que terá que participar de conversas com várias pessoas.
  • Confundir palavras parecidas como por exemplo: “sessenta “ e “setenta”’; “terça” e “sexta “; “cobra” e “obra”.
  • Apresentar dificuldade de ouvir quando é chamado quando está em outro comodo da casa.
  • Dificuldade de entender em reuniões de trabalho.
  • Ficar irritado ou sentir desconforto com sons muito alto.

Quando um ou mais sinais desses são percebidos, a pessoa deve procurar um médico otorrinolaringologista para avaliar o que está acontecendo e para buscar uma indicação do tratamento mais adequado.
O conteúdo dessa página web foi atualizado em 08/05/2014.
Responsável técnico: Simone Virginia Vitti, fonoaudióloga.
» Voltar para a página inicial


© 2014 SisTHA Sistema de Treinamento das Habilidades Auditivas. UNIFESP, USP. Acesso em 17/12/2017 às 15:30 @ Windows/200.144.93.238. Visitas #927.
Grupo de Pesquisa
Saude 360o
saude360.com.br
Pós-graduação
UNIFESP Escola Paulista de Medicina
Gestão e Informática em Saúde
Coparticipação

Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais
Apoio Financeiro
    
FAPESP 2012/05410-0    Universal 480905/2011-8